Casa por assinatura reduz burocracia e inclui luz e internet; vale a pena?



Alugar um apartamento pode ser trabalhoso diante de toda a documentação exigida por imobiliárias. No entanto, um novo modelo de locação, mais rápido e menos burocrático, tem ganhado cada vez mais espaço em diversas cidades do país: a "moradia por assinatura".


Trata-se de locações de imóveis reformados e equipados sem a necessidade de fiador e comprovação de renda. Além disso, o aluguel já inclui valores de condomínio, IPTU, luz, gás e internet. Tudo pago de uma única vez. Pela internet, é possível escolher o apartamento e o tempo de permanência e fechar o negócio. Entre as empresas que oferecem o serviço, estão Housi, Nomah e Casai. Veja a seguir como funcionam e quais os preços.


Valores de R$ 900 a R$ 5.000


Há quase dois anos e meio no mercado, a Housi está em mais de 50 cidades. São mais de 50 mil unidades ofertadas com valores de R$ 900 a R$ 5.000.


O negócio é feito pela internet, e o tempo de permanência pode variar entre um final de semana e 36 meses. O pagamento é por cartão de crédito, débito ou boleto.


Faxinas e reparos no imóvel podem ser agendados pelo aplicativo. Mudanças de endereço são permitidas durante a vigência do plano.


A Nomah, presente na cidade de São Paulo, oferece descontos para assinaturas por tempo estendido e permite pagamento por Pix.


Serviços como café da manhã também podem ser incluídos. A empresa tem residências de 20 a 75 metros quadrados com valor médio de R$ 200 para diárias e de R$ 4.000 para longas estadias.


De 15% a 20% dos imóveis estão alugados pelo período longo. A startup tem 400 apartamentos no mercado e mais 200 devem entrar em operação em breve.


Apartamentos com tecnologia.


Outra opção que permite o pagamento por diária ou assinaturas de até um ano é a Casai, presente no Rio de Janeiro, São Paulo e na Cidade do México.


A empresa oferece apartamentos de alto padrão equipados com tecnologia smart home e atendimento digital trilíngue, sete dias da semana.


Reserva, pagamento, check-in e check-out são feitos de forma remota, e os apartamentos são equipados com Wi-Fi de alta velocidade e espaços de trabalho.


A empresa dispõe de 400 imóveis no Brasil e no México, e a média de ocupação global é de 90%. As unidades têm entre 40 e 80 metros quadrados, além de apartamentos duplex.

1 visualização0 comentário